Blog de ARIANO SUASSUNA


Feira do Livro de Ribeirão deve atrair 500 mil visitante

Cidades

Bete Cervi

RIBEIRÃO PRETO

 

A 13ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, terá uma campanha de valorização do educador nesta edição. Estão programadas mais de 600 atrações literárias gratuitas, numa ação que prioriza as letras, por meio do estímulo à formação de novos leitores, assim como incentivo aos autores nacionais e locais. Os 13 anos de atividade literária chegam com novidades, como maior espaço para os autores da cidade. Além dos tradicionais: Pedro II, Parque Maurilio Biagi e Estúdios Kaiser de Cinema, o evento migrou para mais quatro locais. Os estandes para venda vão ficar na praça XV de Novembro, no parque Maurilio Biagi e nos Estúdios Kaiser.

 

De acordo com Isabel de Farias, presidente da Fundação Feira do Livro, a iniciativa cultural conta com a importante conquista que é o Vale Cultura: alunos de escolas municipais e estaduais recebem todos os anos um cheque para comprar livros de sua preferência. Neste ano, o beneficio se modernizou e cresceu: em vez do cheque, pelo menos 94 mil estudantes receberão um Cartão- livro, como os de crédito, com senha.

 

"A cada ano nos preocupamos em melhorar a Feira. Os jovens que não achavam atividades no centro, agora terão dezenas de atividades, nos mais diversos segmentos, no Estúdio Kaiser de Cinema. Nossa programação também segue a opção dos frequentadores e, certamente, contempla grandes nomes da literatura brasileira", diz Izabel.

 

Entre os nomes já confirmados para o evento estão o do médico psiquiatra Flávio Gikovate, o jornalista Gilberto Dimenstein, o filósofo Mário Sergio Cortella, o escritor Ariano Suassuna, o médico e educador Jairo Bouer e a sexóloga Laura Müller.

 

Segundo a professora e secretária da Educação, Debora Vendramini, a expectativa da Fundação é que a 13ª Feira Nacional do Livro, mais uma vez, seja um vetor de desenvolvimento cultura. "A Feira do Livro hoje ganhou proporções nacionais pela qualidade de sua programação e organização. Nossos alunos e professores se prepararam para acompanhar esta que já é uma referência internacional. A formação de leitores e o conhecimento ganham com uma ação desta grandeza", diz.

 

"Para a administração é uma honra ter a Feira do Livro. São mais de 500 mil visitantes e mais de 600 atividades. Estamos certos do sucesso da edição por conta da infraestrutura e convidados, os maiores expoentes da literatura nacional e internacional", diz o vice-prefeito Marinho Sampaio.

 

"A Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto se consagrou como um espaço de ideias, que envolve vários setores da arte, do pensamento e do mundo das letras. E não é mais da cidade e sim do Brasil, graças a competência da Fundação e importantes parceiros, como a prefeitura", emendou Alessandro Maraca, secretário da Cultura.

 

A estrutura da 13ª edição da Feira do Livro já começou a ser montada . Parte dos 76 estandes disponibilizados para as editoras comercializarem seus livros já foi erguida na Praça XV de Novembro e na esplanada do Theatro Pedro II, no centro da cidade. A montagem dos 36 estandes do Parque Maurílio Biagi e os 27 dos Estúdios Kaiser de Cinema começará na semana que vem. Este ano, a organização optou por não montar estandes na Praça Carlos Gomes, no centro. O evento também terá atividades diárias em outros espaços, como a Biblioteca Padre Euclides, o Centro Cultural Palace e o Cine Clube Cauim. Com as atividades itinerantes, o objetivo é levar gratuitamente cultura em diferentes espaços da cidade. Diferente das edições anteriores, que chegaram a apresentar grandes shows em cada um dos onze dias de evento, a feira terá apenas quatro atrações principais em 2013. Baby do Brasil, Gilberto Gil, Diogo Nogueira e Elza Soares se apresentam nos dois finais de semana do evento.




Escrito por ALEXANDRE NÓBREGA às 09:46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 Projeto Quadrante